Santuário do Senhor da Serra

  • Imprimir

No topo da vertente sobranceira ao Mosteiro de Semide encontra-se o Santuário do Senhor da Serra, palco de uma centenária peregrinação e um miradouro de excelência de onde se avista todo o maciço central da Serra da Lousã à Serra da Estrela.
Este Santuário, erigido e devotado ao Santo Cristo foi palco de uma das maiores romarias do país, antes do aparecimento do Santuário de Fátima.
A devoção começou num cruzeiro de caminho e, pouco a pouco, transformou-se numa grande romaria.

A Capela é só de uma nave. A torre ergue-se a meio da frontaria, rasgando-se na base o portal e rematando em pirâmide. A capela-mor, poligonal, é de tipo nitidamente romântico. O retábulo principal em madeira, flamejante, inspirado no da Sé Velha, é desenho de António Augusto Gonçalves e foi executado sob a direção de João Machado, seu pai.


A imagem do Santo Cristo é um crucifixo de pedra, tipo setecentista, mostrando na base as indicações de “1704 e R(eforma) do 1862.”. O púlpito, seiscentista e torneado, veio da Sé Velha. Os vitrais e os azulejos exteriores (ex-votos) foram executados na escola Avelar Brotero, em Coimbra.